Nova Iorque e Japão eram duas das minhas viagens de sonho. Há dois anos realizei uma delas e visitamos Nova Iorque, daqui a duas semanas partimos rumo ao Japão.

Não tenho familiares japoneses, nem nada semelhante, mas adorava anime e mangá. O primeiro contato foi através do canal Locomotion quando surgiu a Cabovisão e o “bichinho” pegou, assim que tive internet via anima e lia mangás, visto que em Portugal a cultura japonesa não tinha muita visibilidade e esta era a única maneira de obter mangás. Quando viajava, aproveitava e comprava alguns quando encontrava. Ler Mais

O ano passado passei um fim-de-semana no Talasnal, desta vez a aldeia escolhida foi a de Gondramaz.  Esta é uma aldeia “perdida”,  à volta não existe civilização, apenas Natureza.

Após as Aldeias do Xisto terem passado por período de desertificação e abandono, hoje assiste-se a um repovoamento e renovação das casas e respectivas comunidades para fins turísticos. Uma aldeia de xisto, toda restaurada. As aldeias encontram-se restauradas e com imensas casas rurais.
Ler Mais

A verdade é que já perdi a conta às vezes que visitei Paris, é a sorte de ter lá familiares!

De cada vez que volto aproveito sempre para conhecer algo novo ou fazer algo diferente, desta vez resolvemos fazer um “Paris Insólito” e deambular pelas ruas, mas para quem visita pela primeira vez e quer realmente conhecer a cidade vou deixar-vos aqui algumas dicas sobre o que ver/fazer e o que comer ou o que devem experimentar.
Relativamente a escolhas de onde ficar, cada dia existe mais oferta, quer através do booking ou airbnb, é só escolher conforme o budget, a rede de metro é vasta por isso não devem ter qualquer problema. Apenas assegurem-se que o vosso hotel fica perto de uma estação de metro. Se optar por usar o metro de Paris, deve comprar vários bilhetes de uma vez (packs de 10) ou verificar se vale a pena comprar dos bilhetes diários com viagens ilimitadas. Ler Mais