É já amanhã o Dia da Mãe <3

A pensar neste dia especial resolvi fazer uma seleção de vários presentes para oferecer à mulher mais importante das nossas vidas.

Confere abaixo a minha sugestão de presentes para o dia da Mãe e clica nas imagens para saber mais sobre produtos:

Por norma opto sempre por um Kit da Body Shop, cheiram sempre tão bem e a minha Mãe adora!
Ainda por cima até dia 9/5 a loja está com desconto de -40% na segunda unidade.

Se forem à The Body Shop do Centro Comercial Colombo podem ainda personalizar a Body Butter. Não é uma ideia gira?

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

*Fonte: Pixabay

Já há alguns tempos falei-vos de alguns itens de cozinha que considero essenciais na alimentação saudável. Hoje venho falar-vos sobre a minha despensa e sobre o que não pode faltar lá!

Na minha entrevista para o Clube Fitness respondo sobre o que não pode faltar na minha despensa, mas neste post venho falar-vos um pouquinho mais sobre as minhas escolhas e sobre mais alguns alimentos.

Estes são os essenciais que fazem parte da minha alimentação diária:

  1. Batata Doce – Um hidrato “bom” de libertação lenta. É óbvio que não pode faltar lá em casa!
  2. Aveia – Quer seja para papas, sumos ou para as panquecas. Aveia não pode faltar lá em casa e opto sempre pelo farelo em vez dos flocos.
  3. Ovos – Cozidos, escalfados, mexidos, estrelados (sem óleo), nas panquecas ou omeletes.. este não pode mesmo faltar lá em casa!
  4. Claras de ovo – outro “must have” que uso para compor a nivel de nutrientes algumas receitas: às vezes nas papas, nas panquecas, nas omeletes, nos bolos, nos crepes, no fluff ou na albutella. <3 Podem ler a minha opinião sobre as Claras de Ovo.
  5. Manteiga de Frutos Secos – Neste momento a minha manteiga preferida é a de Caju, mas até há pouco tempo não podia faltar manteiga de amendoim. É perfeita como topping em papas ou panquecas.
  6. Courgette – Para aqueles dias em que me dá uma vontade de comer massa, mas não me cabe nas macros, são a minha opção low carb. Faço uns zoodles e está prontinho andar!
  7. Queijo Fresco – Quer seja numa omelete, numa tapioca ou simplesmente na salada.
  8. Brócolos – Uma das minhas resoluções de 2017 é incluir mais vegetais na minha alimentação. Os brócolos são dos poucos legumes que consigo tolerar. Por isso, tento incluir sempre na minha refeição.
  9. Cogumelos – Para mim, cogumelos com uns ovos, frango ou atum é uma refeição perfeitamente normal !
  10. Frutos Silvestres – Tenho sempre alguns congelados e coloco sempre como topping. Quer seja no iogurte, smoothie bowl, papas de aveia, etc. Vou variando na fruta, mas frutos silvestres tem sempre que haver!
  11. Banana – É o pandemónio lá em casa se não há bananas! Literalmente!
  12. Chocolate – Um quadradinho antes de ir deitar e durmo muito melhor!
  13. Frango – Sempre, mas sempre no congelador. Isto não pode faltar lá em casa, senão ninguém almoço/janta!
  14. Salmão – Uma postinha de salmão ou salmão fumado também não pode faltar lá por casa. Por norma, para um jantarzinho mais leve.
  15. Atum – um básico essencial! Super prático e versátil, dá para utilizar em inúmeras receitas.
  16. Tapioca – a nova moda brasileira também não pode faltar lá em casa. Quer seja doce ou salgada já é um must-have.
  17. Gelatina – Existe sempre um recipiente no frigorifico para aquelas horas em que dá “aquela fominha”.
  18. Iogurte – Não vivo sem um iogurte por dia. Por isso, existe sempre um ou dois potes de 1kg pelo frigorifico!

Estes ingredientes básicos servem perfeitamente para quem está a mudar a alimentação e quer torná-la mais saudável. Existe imensa variedade para fazeres pratos diferentes quase todos os dias!
Relativamente aos legumes também podes optar por: Beringela, Beterraba, Couve-Flor, etc..
Para além da Batata Doce, podes ter por casa Grão de Bico, Feijão e lentilhas.
Para um jantarzinho leve podes sempre optar por um Sardinha ou Cavala.
Relativamente ao iogurte opta pelos não açucares e com baixo teor em gordura.
Não é obrigatório gastar muito dinheiro para termos uma alimentação mais saudável, temos que fazer escolhas conscientes.

Podes dar uma vista de olhos nas receitas do blogue e encontrar sugestões saudáveis e deliciosas.

Nota: Os superalimentos que tenho usado vêem numa fase posterior a esta, com o intuito de melhorar e de usufruir de todos os benefícios que eles têm para oferecer.

 

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

468x60_Saude

O pequeno-almoço é a alavanca do dia, por isso é fundamental dedicarmos alguns minutos a uma refeição tão importante como esta.

O pequeno-almoço deve ser completo, variado e equilibrado, combinando todos os nutrientes necessários ao organismo de modo a melhorar o nosso rendimento, tanto cognitivo como de concentração, evitar a fraqueza ao final da manhã e reduzir o apetite para o almoço, contribuindo também para uma
distribuição alimentar e calórica mais saudável e equilibrada ao longo do dia.

Contudo, importa não só tomar pequeno-almoço mas também importa preocupar-nos com a qualidade do mesmo!

Para que o pequeno-almoço seja adequado e saudável deve fornecer entre 20% a 25% das necessidades energéticas diárias e apresentar os vários nutrientes de que o corpo necessita para funcionar corretamente:
• Hidratos de carbono de absorção lenta, para fornecer energia ao organismo;
• Gorduras (insaturadas), para fornecer energia e nos manter saciados;
• Proteína, para aumentar a saciedade;
• Fibra, para regular o trânsito intestinal;
• Vitaminas e minerais, para transformar adequadamente os alimentos em energia e assegurar funções básicas do organismo.

Por isso, devemos incluir no nosso pequeno-almoço:
• Fruta fresca da época;
• Pão escuro, cereais, frutos secos ou flocos de aveia;
• Leite magro, queijo, iogurte ou bebidas vegetais;
• Chá ou infusões tonificantes;
• Sumos sem açúcar e frescos (feitos na hora);
• Ovo;
• E claro, água para repor os niváis de hidratação
Eis alguns exemplos de pequenos almoços nutricionalmente ricos e adequados:
• 1 sumo de fruta + 1 fatia de pão escuro + queijo fresco ou doce sem açúcar + 2 fatias de fiambre de aves
• 1 iogurte + 1 pão escuro + queijo fresco ou doce sem açúcar + 1 peça fruta
• 1 batido (leite + 1 peça de fruta) + aveia + frutos secos
• Papas de Aveia + Fruta da época + Frutos Secos
• Panquecas de Aveia + 1 colher de Iogurte + Fruta da Época
• Ovos Mexidos + 1 fatia de pão escuro + 2 fatias de fiambre de aves
• 1 fatia de pão escuro + creme de abacate + ovo escalfado

Nem sempre temos tempo para fazermos um pequeno-almoço, por isso deixo-vos aqui algumas sugestões rápidas para não prolongarem o jejum noturno:
• Pudim de Chia + Fruta (preparado de véspera)
• Tosta de Aveia com Ricotta e Mel
• Barritas de Aveia (Devem ser preparadas com antecedência)
• Iogurte + Fruta da Época
• Papas de Aveia Adormecidas + Fruta da época (preparado de véspera)
• Queijo quark + fruta da época + Frutos Secos
• 1 fatia de pão escuro + chá + fruta

O “bom” pequeno-almoço contribui para regular o apetite, melhorar o humor, diminuir a ansiedade e a irritabilidade, aumentar a capacidade de concentração, a rapidez de raciocínio e a aprendizagem, contribuíndo assim para um rendimento
cognitivo superior.

Vamos então garantir que tomar o pequeno-almoço se torna um hábito na nossa vida.

Não se esqueçam que, tal como qualquer refeição, o pequeno-almoço deve ser ajustado às necessidades individuais e deve ter em conta doenças e/ou intolerâncias de cada indivíduo.

Podem ler o artigo completo na página 46 e 47, na edição da Blogazine deste mês.

JfgCXbg

Na verdade comer tostas de arroz, por muito saudável que seja, não são lá  muito saborosas. Por isso, hoje trago-vos uma sugestões interessantes.
Só precisam das tostas de arroz ou de milho (como preferirem) e ingredientes à escolha para fazer a cobertura.

Aqui as sugestões são as seguintes:- tosta com iogurte grego magro, morangos e sementes de chia
– tosta com queijo magro para barrar (tipo philadelphia) e doce de abóbora.
– tosta com manteiga de amendoim e rodelas de banana
– tosta com manteiga de amendoim e fatias de maçã
– tosta com fiambre

1animado

Esta sugestões são uma excelente opção para um lanche a meio da manhã ou da tarde. Lembrem-se que o saudável também pode ser delicioso!