Estes crepes fazem-se em 5 minutos e andam a fazer furor!

Crepioca de Espinafres e Atum

Ingredientes

  • Crepe:
  • 100ml de Claras de Ovo
  • 1 Punhado de Espinafres
  • 30gr de Tapioca
  • Recheio:
  • 1 lata de Atum Natural
  • 25gr de Queijo Quark
  • Tomate QB
  • Sal e Especiarias a gosto

Preparação

Colocar os ingredientes do crepe numa liquidificadora e triturar tudo até ficar uma massa verde homogénea. (também podes triturar tudo com ajuda da varinha mágica )

Colocar a massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozinhar. Assim que a massa tiver massa, virar de lado e deixar cozinhar mais 2 minutos.

Enquanto isso prepara o recheio: Mistura o atum com queijo quark e tempera a gosto. Eu utilizei sal, alho em pó e pimenta preta.

Assim que o crepe estiver cozinhado é só rechear, colocar o tomate fatiado, fechar e servir!

http://elecozinhaelalava.pt/2018/03/17/crepioca-espinafres-atum/

Serve este crepes como uma refeição ligeira, acompanhada por uma salada de tomate e manjericão.

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

 

Reescrevi o título que até perdi a conta a verdade é que o primeiro título “Courgette Recheada com Pescada” não ia (nada) ser apelativo. Apesar que este não é muito melhor.

Para muitos pescada é sinónimo de um peixe sem sabor e muito ligado às dietas e a quem está a tentar emagrecer e a courgette também não é a coisa com mais sabor à fase da terra. O que não é necessariamente mau, porque assim podemos escolher os nossos temperos favoritos e fazer tudo ao nosso gosto!

Já partilhei há uns tempos a receita de courgette recheada com camarão e queijo , desta vez optei por usar peixinho e um ovinho, só para lhe dar um toque mais bonitinho e feliz.

Ora.. em vez de comprar a courgette normal, comprei daquela redondinha e ficou bem mais elegante no prato. Não concordas?

Ora espreita lá a receita:

Receita de Courgette Recheada

Ingredientes

  • 2 Medahões de Pescada
  • 2 Ovos
  • 2 Courgettes redondas
  • Azeite e especiarias qb
  • 1/2 Limão

Preparação

Comecei por lavar muito bem as courgettes, cortar a parte de cima e remover todo o seu interior com ajuda de uma colher. Reservar o mesmo num recipiente à parte.

Numa tacinha pequena colocar azeite, alho em pó, pimenta preta, noz moscada e oregãos e envolver tudo muito bem com ajuda de um garfo.

Pincelar o interior das courgettes com ajuda de um pincel e levar ao forno a 180º até estarem cozidas.

Entretanto desfaz os medalhões de pescada e mistura com metade do recheio das courgettes. Tempera com sumo de limão, alho em pó, uma pitada de sal e pimenta-preta.

Salteia a mistura anterior até a pescada estar cozida.

Assim que as courgettes estarem cozidas, escorre o excesso da água e coloca o recheio lá dentro deixando um espacinho para o ovo.

Parte o ovo por cima da courgette e leva ao forno até estar no ponto.

http://elecozinhaelalava.pt/2017/08/08/receita-de-courgette-recheada/

Parece uma receita complicada, mas é muito rápida e simples de se fazer.

Para ficares a par das novidades,
segue-me no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

468x60_Saude

Agora que cumpri o objetivo a que me prôpus no inicio do ano, está na hora de traçar um novo objetivo.
Foi no passado Domingo que corri a minha primeira meia-maratona, a um ritmo confortável e num tempo fantástico!
Vou deixar um pouco de lado a corrida e recuperar um pouco a massa muscular perdida durante o processo e tonificar um pouco.

Como o objectivo é obter resultados duradouros é importante ter paciência e métodos. Por isso,  resolvi entrar em contato com a SIK Nutrition para me acompanhar neste novo percurso.
Vou começar um acompanhamento nutricional e de treinos e vou partilhar com vocês esta nova etapa.
É só seguir-me no instagram @elacozinha e estar atenta aos instastories! 
 
A SIK Nutrition irá calcular e traçar um plano individual e personalizado com base nos meus dados (peso, altura, idade e hábitos) e gera o número de calorias diárias e macronutrientes a consumir. Nesta minha “nova” alimentação, vou apenas ajustar as quantidades e os alimentos às minhas necessidades diárias. Este tipo de alimentação possibilita-me comer os alimentos que mais gosto, quando me apetece, apenas tenho que controlar as quantidades ao contrário de uma dieta típica onde os alimentos e as refeições são limitadas.

O objetivo não é contar macros para o resto da vida, mas sim educar, aprender e adaptar a alimentação que se gosta e desfrutar da mesma. Muitas vezes não é fácil e dá algum trabalho, mas compensa, e muito, a longo prazo. É tudo uma questão de bom senso.

Este método parece funcionar para mim, e para vocês, qual é o método que funciona/utilizam?

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

Já saiu mais uma edição da Blogazine. Chegou Setembro, os dias estão mais curtos e as noites mais frias. O Verão está a acabar e está na hora de voltar as rotinas e ao foco, por isso em conjunto com a Sara, do blog Rapariga de Caracóis, escrevemos um artigo sobre dicas para voltar à Vida Saudável e aos treinos depois das férias.

“As férias são muito importantes, são a oportunidade ideal para
escapar do stress diário, fazer um reset mental e recarregar baterias. É aquela altura em que nos preocupamos
menos com horários, que tipo de comida comemos, se bebemos muito ou pouco, se treinamos ou simplesmente nos deitamos de papo para o ar, ou seja, é nas férias que estamos mais descontraídos e acabamos por cometer alguns excessos, mas chega ao fim e é hora de voltar às rotinas antigas.
Regressar e retomar aos treinos e à alimentação saudável pode ser algo desgastante e torna-se ainda pior quando subimos à balança e vemos os efeitos das férias, mas mantém a calma. O
importante agora é encontrar a motivação para começar, ou recomeçar.

O melhor é mesmo seguir estas dicas:
• Escreve os teus objetivos – definir objetivos a curto e longo prazo e, mais importante que tudo, realistas, é o principal para haver algum tipo de mudança; seja uma lista de alimentos a evitar ou os quilos a perder, é importante marcar as principais metas a atingir, sempre sem sonhar demasiado alto.

Cria um plano para alcançar esses objetivos – além de ter metas a alcançar, é essencial um método para lá chegar; para isso, arranja uma maneira de não falhares nas mudanças que queres fazer para recomeçar o modo de vida saudável: por exemplo, anota na tua agenda todos os treinos que queres fazer, de modo a não falhares nenhum ou elabora um plano semanal das tuas refeições.

• Partilha a experiência com um amigo – entrar ou recomeçar um estilo de vida saudável não é fácil e leva, muitas vezes, a deslizes, porque sabemos que “ninguém nos está a ver”; para que isso não aconteça, combina com um amigo que esteja na mesma situação e treinem juntos, partilhem receitas saudáveis, etc., assim será mais fácil e motivante darem o vosso máximo.

• Arranja motivação – existem várias formas para nos mantermos sempre motivados; uma das melhores ideias é procurar imagens e frases motivadoras e colá-las todas num caderno ou num placard, de modo a que possas olhar para elas sempre que te sentires mais em baixo; para não teres de imprimir as imagens, podes antes colocar como fundo de telemóvel ou de computador uma imagem que te motive.

Experimenta coisas novas – aventura-te a experimentares uma nova modalidade no ginásio, procura receitas novas ou cria-as, etc., mas sê original: é muito mais fácil manter uma vida saudável quando há sempre motivação e novas experiências à nossa volta, por isso tenta o máximo de coisas que conseguires!

Podem ler o artigo completo na página 54 e 55, na edição da Blogazine deste mês.

JfgCXbg

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com