Esta Mousse de Lima é uma receita que respira Verão

O calor já foi há muito, mas sobremesas refrescantes como esta Mousse de Lima Crocante são sempre bem-vindas!

Lê também: Mousse de Morango

Esta receita é muito rápida de fazer (só tem de esperar pelo tempo de refrigeração). Ora espreita aqui os ingredientes que vais precisar e a receita.

Mousse de Lima

Mousse de Lima Crocante

Ingredientes

  • 1 lata de leite de coco condensado (Origens Bio)
  • 1 ACTIVIA CREMOSO LIMA LIMÃO
  • 3 claras de ovo
  • Rapas de 1 Lima
  • Granola qb

Preparação

Numa tigela colocar o leite condensado, o iogurte e as raspas da lima.

À parte bater as claras em castelo e envolver-las na mistura anterior.

Dividir a mistura por vários copos e levar ao frio.

Na hora de servir polvilhar com granola e mais raspas de lima!

http://elecozinhaelalava.pt/2018/11/29/mousse-de-lima/

Se gostas de sabores ácidos e intensos, esta mousse é ideal para ti.

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo
envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

Já toda a gente sabe que sou doida por chocolate! Esta receita de mini brownies é (quase) completamente guilty free.  Optei por colocar a massa em forminhas pequenas para ser mais prático, mas podem colocar numa forma rectangular e depois cortar em quadradinhos!

Brownies Saudáveis de Abacate e Chocolate

Ingredientes

  • 2 abacates maduros
  • 200gr de Chocolate Preto
  • 2 Ovos
  • 1 colher de chá de Fermento em Pó
  • 3 colheres de chá de Aroma de Baunilha
  • ½ Chávena de Açúcar de Coco
  • ¾ Chávena Farinha de Amêndoa
  • ¼ Chávena de Cacau em Pó
  • 1 scoop de Proteína em Pó Sabor Chocolate
  • 60 gr Nozes (picadas)
  • 1 Pitada de Sal

Preparação

Pré-aquecer o forno a 180 ° C e derreter o chocolate em banho maria

Com ajuda de uma colher retirar o interior dos abacates.

Colocar os abacates e os restantes ingredientes (à excepção das nozes)numa liquidificadora ou triturar tudo com uma varinha mágica.

Adicionar à mistura o chocolate derretido e as nozes e envolver muito bem.

Colocar a mistura em formas individuais ou numa assadeira com papel vegetal.

Levar ao forno durante 25-28 minutos.

http://elecozinhaelalava.pt/2018/11/27/mini-brownies-saudaveis-de-abacate-e-chocolate/

Para ficares a par das novidades,
segue-me no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

Snack ou Sobremesa? Tu escolhes! 

Estas mini tartes de aveia e pêra podem servir como snack entre refeições, mas também podem ser servidas como uma sobremesa, acompanhadas de uma bola de gelado. Vamos experimentar?

Ingredientes:
Base
150gr de Flocos de Aveia
100gr de Manteiga de Amêndoa
Recheio
3 Pêras
2ml de Rum
3 c. de sopa de Açúcar de Coco
Canela qb
Amêndoa Laminada

Preparação
Comece por preparar a base. Triture os flocos de aveia com a manteiga de amêndoa até obter uma massa areada. Forre 4 forminhas com esta mistura e reserve no frigorifico.Lave, retire o caroço e corte as pêras em pedaços pequenos. Triture as pêras até obter uma papa.
Numa frigideira anti-aderente ou num tacho, adicione a papa das pêras. Junte o açúcar, as amêndoas, o rum e a canela e deixe cozinhar um pouco.
Recheie as forminhas, decore a gosto e sirva ainda quentinho.

Mini Tartes de Aveia e Pêra

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo
envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

“Donuts” e “saudáveis” na mesma frase parece uma contradição, mas é essa a receita que proponho hoje.

Na viagem que fizemos a Inglaterra apaixonamo-nos ainda mais por donuts, mas sabias que podes fazer uma versão mais saudável em casa?

 Vê Também: Brownies de Abacate e Cacau

Mini Donuts
Ingredientes:
2 Ovos
100 ml de claras de ovo
100g aveia
50ml de bebida vegetal
6 quadrados de chocolate preto para topping

Preparação:
Pré-aquece o forno a 180ºC

Num recipiente, mistura todos os ingredientes até obter uma massa uniforme e sem grumos.

Numa forma de donuts adequada para o forno, verte a misturar e leva ao forno por cerca de 10 – 15 minutos ou faz o teste do palito.

Derrete chocolate em banho maria e assim que os donuts estiverem prontos, molha a parte de cima de cada um no chocolate derretido.

Do que estás à espera para experimentar? 

Mini Donuts

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo
envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com


Foram 3 meses intensos, de muito foco e dedicação para alcançar esta medalha e me tornar MARATONISTA!

Ao longo destes 3 meses apercebi-me que uma maratona é muito mais do que 42km.
Não é só correr os 42km que é díficil, é a preparação para a maratona que também não é fácil, são meses de treino intenso, alguns com muito calor , vários dias acordar às 6h da manhã, são os quilómetros que temos que fazer todas as semanas para chegar ao dia da prova e cumprir. 
Cruzar aquela linha de meta, não só traz um sentimento enorme de satisfação de ter superado os últimos quilómetros, como a concretização da coragem de me ter metido naquela aventura e não ter desistido.

Porque não é fácil! Mas vamos começar pelo início…

O meu grande objetivo era acabar a Maratona e fazê-la sempre a correr. Não estava preocupada com ritmos, sobretudo depois do último mês ter perdido a minha motivação e foco e daí me ter “desleixado” um bocadinho. Os treinos foram poucos e o longo de 26km bastante doloroso. Estas últimas semanas foram de tappering e serviram essencialmente para alinhar a minha cabeça e coração para conseguir enfrentar este desafio. 

Pelas 8h já andava por Matosinhos, às 8h20 tirei a foto de grupo do Running Espinho e depois troquei as sapatilhas que tinha nos pés para as Zoom Pegasus 34, tinha um pouco receio que a chuva fosse mais intensa antes da prova e levei uma muda para não começar a prova com os pés molhados.
Coloquei o tapa orelhas e um chapéu de sol para impedir a chuva de me bater na cara (dica que procurei no dia anterior). Vesti o impermeável, fiz um ligeiro aquecimento e dirigi-me para a minha box  com o coração aos pulos. 

Às 9h (hora marcada) deu início à Maratona e ao meu grande teste. 

Comecei bastante entusiasmada, estava com as emoções à flor pele e deixei-me levar pelo ritmo alucinante e atrás daquela gente toda. Este foi o meu erro, comecei depressa demais.

Mantive-me assim num ritmo médio de 5:30 até à marca da meia-maratona, onde sabia que iria encontrar minha família, que rumou ao Porto para me ver correr e apoiar.
Disse-lhes para irem para a perto da Ponte D. Luís, pois seria o melhor sítio onde me poderiam ver várias vezes a passar. E assim foi, passei aos 20km, aos 30km, aos 32km e parece que foi como tomar um gel cada vez que os via! 

Passei à meia-maratona em 1:58:09,  aqui ainda me sentia-me confiante para o que aí vinha. Mas ao KM25 tudo mudou , as pernas começaram a pesar, já estava completamente ensopada e vento não ajudava. Abrandei o ritmo e deixei-me andar num ritmo médio de 6:00 até que comeceu a fraquejar e ao KM35 comecei a quebrar e bati num muro. Já tinha passado mais duas vezes pela minha família, mas dali até à meta estava “sozinha”, até fiquei sem bateria nos headphones e começou a custar-me imenso, mas eu não ia ficar por ali, abrandei novamente o ritmo e fiz o resto do percurso sem forçar muito.

Faltavam ‘só’ sete quilómetros e apesar dos géis, da água, das passas e das bebidas energéticas não tinha mais energia, o tanque  estava a zero e arrastei-me literalmente até à meta num ritmo de 6:40. 

Ao KM41, apesar da chuva, as pessoas continuavam apoiar e berravam “campeões”, “força”, “conseguiste”, “está feito”, e eu continuei até à meta.

Passado 4:17:01 missão cumprida!  Orgulhosa e medalha ao peito abracei o meu babe que estava à minha espera na meta.

Recordo-me de ter feito o primeiro treino de 10km após a operação ao apêndice que me deixou de rastos, completamente desmotivada e a pensar “Como raio vou fazer 42km? No que é que me meti.” Mas foi o fato de ter este objetivo que me ajudou a continuar. A cada semana, a cada dia, a cada treino estava mais focada em atingir os temíveis 42km, mas eu sou assim: não desisto para conseguir aquilo que desejo (apesar de todos os contratempos) e hoje posso dizer: SOU MARATONISTA!

Maratona do Porto

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo
envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com