A Carolina, o peso e o percentil

Categories Maternidade

Amamentar deveria ser algo natural, mas amamentar é na maioria das vezes um grande desafio e ninguém fala sobre isso. 

Comigo e com a Carolina esse processo nunca foi natural e a verdade é que nunca nos chegamos a entender. A mama não era um porto seguro para a a Carolina e a ‘hora’ de mamar era muito stressante para nós os 3. A Carolina chorava e debatia-se com o mamilo de silicone (sem ele era pior ainda), mamava 10 minutos e voltava a chorar, recusando voltar à maminha. Nessa altura eu oferecia o meu leite em biberão para ela mamar. Uma vez que a Carolina não conseguia esvaziar a mama, após cada mamada e enquanto ela brincava, eu retirava o leite com ajuda da bomba Swing da medela e oferecia na mamada seguinte.
Essa estratégia estava a resultar. A Carolina, apesar do percentil pequeno, estava a engordar bem. Isto até aos últimos dias do ano em que a Carolina começou a chorar sempre.. Na mama, no biberão e acabava por não se alimentar corretamente e consequentemente a não engordar o que devia.

Alguma coisa aconteceu, houve um ‘clique’ e aquilo que funcionava deixou de funcionar. 
Foi então que resolvemos mudar de estratégia (com ajuda da Pediatra e após exames) de modo a assegurar as necessidades da Carolina e a sanidade dos pais. 
1 – Abandonar a maminha
2 – Alterar os biberões, até aqui estávamos a utilizar os da medela com a tetina Calma
3 – Utilizar suplemento. 

Atenção.. Acabou a maminha mas o objectivo é continuar a oferecer o meu leite em biberão e utilizar o suplemento quando não existir do meu leite para dar. Para isso precisava de uma bomba mais eficaz e resolvi recorrer ao aluguer da bomba hospitalar da medela, a Symphony.
Eu aluguei-a na loja Pré-Natal do Alameda Shop & Spot, o aluguer tem o custo de 1,50€ , é necessário deixar uma caução de 100€ e comprar o Kit Symphony no valor de +/- 50€ que inclui dois coletores de leite e respectivos funis de 24mm.

A nossa ‘luta’ com a maminha durou até aos 3 meses, hoje a Carolina já não vai mais a maminha e eu acredito que somos mais felizes assim e após alguma luta para encontrar o suplemento certo e após algumas trocas de tetinas, a Carolina voltou a engordar novamente, mantendo-se no seu percentil baixinho e na sua curvinha.

Independentemente do percentil em que o bebé se situa, o importante é que apresente um aumento de peso regular e que a curva não tenha altos e baixos pronunciados.

Para ficares a par das novidades,
segue-me no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.