Dicas para fazer uma mala de viagem

Categories Aqui e acolá

Não foi fácil fazer uma mala para uma viagem de duas semanas ao Japão. Não posso levar tudo e preciso escolher muito bem o que levar. É preciso saber o que é prioridade e o que pode ser deixado de lado.

A primeira decisão foi a escolha da mala. Uma vez que vamos andar a saltar de cidade em cidade optei por levar uma mochila de campismo em vez de um trolley.
Comigo na cabine vai um saco de ginásio pequeno com o essencial para uma viagem de +/- 20h e levo uma mochilinha de costas pequenas guardada para andar lá, mas vamos por passos.

Comecei por elaborar uma lista de todos os itens que iria precisar. Fiz a lista atempadamente para ter tempo de preparar tudo, ou seja, garantir que a roupa que queria levar estava lavada e passada. Com esta lista não precisei de andar a fazer compras de última hora.

Organizei a lista por:
Roupas e acessórios: calças, casacos de malha, bikini/fato de banho, roupa interior, cintos e tops. Levo roupa para qualquer condição meteorológica, ou seja, levo “camadas”.
Calçado: uns chinelos e um par de sapatilhas
Produtos de higiene e beleza: Shampoo, gel de banho, creme hidratante de corpo e rosto, base, blush, lápis olhos, rimel, toalhitas desmaquilhantes, protetor solar, escova e pasta dos dentes.
Itens Eletrónicos: Tablet, máquina fotográfica, action cam, carregador, adaptador de corrente, baterias, etc
Medicamentos: Levo uma grande variedade a pensar em qualquer situação: adalgur, brufen, imodium, pensos, etc
Outros Artigos: Mapas, Guarda-Chuva, Livro, Snacks (estes não podiam faltar!).

Na hora de colocar todos os itens na mochila, comecei por enrolar as roupas em vez de irem dobradas. Fiz pequenos rolos e fui fazendo camadas, espero que as peças cheguem ao seu destino com menos vincos e dobras.
No fundo da mala, coloquei um saco para colocar as roupas sujas.

Comigo vão apenas alguns itens essenciais:
– Máquina Fotográfica & Action Cam (nem pensar em deixá-las na mala de porão)
– Tablet e Auriculares (para me entreter durante tantas horas de voo)
– Telemóvel, carregador e powerbank (admito que não sou a melhor pessoa a fazer gestão da bateria do meu telemóvel)
– Cartões de Crédito e Dinheiro
– Bilhetes de Avião e Documentos de Identificação (Passaporte e Cartão de Cidadão)
– Almofadinha de viagem (para fazer umas belas sonecas)
– Óculos de Sol e lenço/cachecol
– Snacks (óbvio que não podem faltar, para além disso a comida do aeroporto para além de muito má é carissíma!)

Para além disto tudo, antes de viajar certifico-me sempre que:
– Tinha bateria carregada no tablet, telemóvel, máquina fotográfica e powerbank;
Música/Filmes/Séries no telemóvel/tablet para ver em modo offline;
– Tours feitas no Visit a City em modo offline;

Vê aqui mais algumas dicas.

Para ficares a par das novidades,
segue-nos no Facebook aqui
e/ou no Instagram @elacozinha,

Se quiseres entrar em contacto comigo envia-me um e-mail para elecozinhaelalava@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *