O amor mais pequeno da minha vida

Categories Coisas Fixes

O amor mais pequeno da minha vida, ou melhor, da nossa vida. E o amor não é assim tão pequeno!

Temos cá por casa uma bolinha de pêlo malhada tipo vaquinha e com orelhas de morcego que faz greve de fome, ressona, gosta imenso de correr atrás de bolas de ténis, de correr na praia e se esfregar na relva. É teimosa, ciumenta e acha que manda. Tem a sua própria cama, mas adora dormir connosco. Aliás, tudo o que ela quer é: estar connosco. Mas ela é uma vendida, basta um miminho de outra pessoa e já é o seu novo-melhor-amigo-do-dia. Não é fã do calor, mas adora tomar banhos de sol na varanda e um pequeno passeio chega-lhe bem. Quando vimos da praia, de um grande passeio ou de um fim-de-semana no Norte, ela passa o resto do dia e da noite aterrada (o que para nós é um mimo).

4

Porquê um Bulldog Francês? Vou confessar que não achava piada nenhuma a esta raça, aliás.. ERAM FEIOS, MUITO FEIOS. Hoje, depois de 2 anos amo o meu leitãozinho como se não houvesse amanhã e meto-me com todos os bulldogs franceses que encontro na rua (sim, sou dessas!). A verdade é que com o passar do tempo foram ganhando o seu encanto. Como um amigo uma vez me disse: “É tão feia que chega a ser fofa.” Ele sempre adorou a raça e sempre me disse que se fosse para termos um cão seria um destes. Ora.. andei meses a planear isto e eis que lhe fiz uma surpresa. Um dia Ele chegou a casa e viu um “ratito” pequeno a deambular pela cozinha. Primeiro quase que me batia, mas depois ficou felicíssimo (ainda bem)!

Se a vida muda com um cão? É claro que muda, quem diz o contrário está a fazer qualquer coisa mal de certeza. Já me disseram que um cão é um estágio para ter filhos e cada vez mais acho que essa pessoa tem razão!

Primeiro: É preciso tempo. Tempo para passeios, tempo para brincadeiras, tempo para ensinar, enfim.. tempo!

Segundo: É preciso paciência. Paciência para a treinar/ensinar. É preciso paciência sobretudo quando ela estraga qualquer coisa cá em casa. O que felizmente nunca foi grande coisa, outras pessoas já não podem dizer o mesmo!

Terceiro: É preciso ser responsável. Tratar dela quando está doente, dar-lhe as vacinas necessárias + pipetas, dar-lhe comida, verificar se tem sempre água fresca. Todos os nossos planos são ponderados a pensar nela, se ela pode ir, se temos onde deixá-la, ou se não fica demasiado tempo sozinha. Sobretudo estar atentos a qualquer alteraçao. O veterinário foi durante algum tempo a sua segunda casa. A nossa pequena tem Dermatite Atópica, por isso, toma banhos regulares com um shampoo  e ração adequados ao seu problema e estamos sempre alertas a pequenos “ataques” e agimos logo. Segundo o veterinario somos “donos muito dedicados” o que para mim me soou a algo como “pais galinhas”. E é verdade!

Quarto: Ter budget para suportar todos os custos. As vacinas, as pipetas para as pulgas, castração, alimentação, shampoo e pequenas emergências: cirurgias, medicamentos, o quer que seja.

A vida muda, mas não se torna numa prisão. Para além de que chegarmos a casa e termos alguém a nossa espera que nos ama incondicionalmente é muito gratificante. Ela está sempre lá, nos bons e nos maus momentos e aceita-nos como somos. Para além disso, ela não nos deixa discutir, porque vem logo meter-se no meio a pedir mimos… e quem é que lhe resiste?

Our Precious
Our Precious

Confesso que me tornei uma V-I-C-I-A-D-A na raça, compro quase tudo o que tenha um bulldog francês estampado (camisolas, carteiras, livros, whatever), quando vou ao facebook/instagram a primeira coisa que vejo são os grupos onde estou e vejo as fotos dos donos babados e orgulhosos.

Temos donos babados por aqui?? Enviem-nos as fotos engraçadas dos vossos leitõezinhos!!

 

9 thoughts on “O amor mais pequeno da minha vida

  1. Simplesmente lindo…adorei tds as suas palavras…revi-me em tds elas! Amo o meu leitãozinho como um filho! Reparei k refere k dá racao propria para dermatite atopica, poderia-me dizer qual? Obg

    1. Olá Liliana,
      A dermatite atópica não está propriamente ligada com a ração e nós fizemos várias experiências:
      Purina de Salmão, Advance de Borrego, Advance Sensitive, Royal Canin DermaComfort, Royal Canin Hipolergénica, Natura Diet de Borrego, Z/D da Hills, ufa.. e mais umas quantas! Neste momento ela está estabilizada com a Anallergenic da Royal Canin. Mas foi uma luta para “encontrar” esta ração. Qual é o problema do seu pequeno?

  2. Olá também tenho 1 bf com 1 ano e 1 mês …e sou apaixonada por ele aliás acho que na minha rua todos são apaixonados por ele …chama se brutus e é 1 mimado por todos e em especial por nos donos. .. Eu concordo quando diz que ter 1 bf é 1 estágio pra filhos…pois se resisto a todas as asneiradas que o meu faz .. resisto a ter 1 equipa de futebol de filhos… mas não me arrependo .. a melhor coisa que fizemos foi ter ido buscar o nosso brutus… também compro tudo o q tenha um bf … basta ver qq coisa que me dá logo vontade de comprar .. a sua é lindíssima. ..beijinhos

  3. Eu sou uma amante de Bulldogs Franceses, daí já ter três e revejo-me em todas as palavras do texto. Muitas vezes penso, será que sou única “louquinha” por estes amores no mundo? Mas quanto mais leio, mais vejo que há outra pessoas como eu! Um bem haja aos amantes dos animais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.