Viagem Medieval em Terra de Santa Maria

Categories Aqui e acolá

Viemos este fim-de-semana ao Norte e aproveitamos para dar um saltinho na Feira Viagem Medieval. Já perdi a conta aos anos que vou, pois moro pertíssimo!

Nesta altura, Santa Maria da Feira transforma-se num conto de fadas lindo de se ver. Lojas, Bares e Restaurantes “vestem-se” a rigor para dar as boas-vindas à época medieval. À “farda” juntam-se fardos de palha, pipas e carroças espalhadas pelo centro. Antigamente não se pagava entrava para ver esta magia, mas agora paga-se e este ano o valor dos bilhetes é o seguinte:
› bilhete diário: 2 euros [válido para uma entrada à semana]; 3 euros [válido para uma entrada ao fim de semana];
› pulseira [válida para todo o evento]: 5 euros [4 euros na pré-venda];
› controlo de entradas realiza-se de seg. a sex.15h00 ›› 01h00 e sáb. e dom. 12h00 ›› 01h00;
› entrada livre no primeiro dia do evento ;
› crianças até 1,30 m de altura isentas de pagamento.

Depois dentro do recinto não faltam coisas gratuitas para ver e fazer!

Mapa Viagem Medieval
Mapa Viagem Medieval

Existem inúmeras barraquinhas com artigos artesanais. Existem coroas de flores e saias para as meninas, espadas e escudos para os meninos.
O que fazer na Viagem Medieval? Primeiro, verifiquem sempre o programa, pois existem pequenos espetáculos espalhados por todo o recinto gratuitos.  As justas infelizmente pagam-se desde o início da Feira Viagem Medieval, assim como os “Banhos Públicos”, mas vale mesmo a pena. Esta iniciativa é levada a cabo pela Termas de S. Jorge e tem como cenário das Grutas Artificiais da Quinta do Castelo. Visitem ao final do dia, perto do lusco-fusco quando as luzes já estão acessas, o cenário romântico ao som de melodias de harpa, assemelha-se a um pequeno paraíso, para “momentos de repouso e relaxamento”. Tem o custo de 2 euros  [grátis até aos 3 anos inclusive]  e inclui  um banho pulverizado nas pernas, área repouso e chá.

Para além disso, visitar as barraquinhas existentes já vai ocupar um bom pedaço, existem barraquinhas de bijuteria, de chás, “mesinhas” caseiras, sabonetes, velas, o seu nome em árabe por 1€, candeeiros, uf… acho que o melhor será vocês verem com os vossos próprios olhos.  Têm ainda o castelo, como é óbvio, mas preparem-se porque vai ser um longa caminhada até ao topo! Pelo caminho vão ainda passar pela zona das “bruxas e videntes” onde podem ver a vossa fortuna.

Vou agora passar aqui ao que interessa: Comida e bebida! Tal como as barraquinhas artesanais aqui também não falta oferta. O que comer na viagem medieval? Bem…as Rainhas são, sem dúvida, a Sande de Porco no Espeto e a bela da sangria de Frutos Vermelhos. Mas o pão d’avó com queijo e presunto não se lhe ficam atrás, nem as papas sarrabulho (para quem for amante)! Para sobremesa recomendo o pão-de-ló de ovar, sempre que vou lá não lhe resisto! Têm ainda as mini fogacinhas e imensos doces tradicionais e regionais.
Algo que precisam de ter em conta é que a louça (copos, malgas, pratos) necessitam de uma caução. Por isso, não se assustem na altura de pagar. Devolvendo a louça na respectiva barraquinha o dinheiro é-vos devolvido.

É um dia/noite bem passado com a família e amigos, o único senão são as filas para este belo evento. Por isso, tentem vir cedo para terem um lugar e o menos fila possível. Existem imensos parques espalhados à volta que cobram 1,5€/2€ (o dia/noite toda).

Mapa de Parques de Estacionamento
Mapa de Parques de Estacionamento

Como chegar de Automóvel à Viagem Medieval
A1 (Porto/Lisboa/Porto) -> Saída “Feira”
A29 (Aveiro/Porto/Aveiro) -> Saída “Feira”
A32 (Oliveira de Azeméis/Porto/Oliveira de Azeméis) -> Saída “Feira”

Veja o vídeo e deixe-se contagiar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *