Estamos agora com 37 semanas e o balanço é positivo!

A gravidez tem sido muito tranquila, apenas com a crise de cólica renal que me obrigou a abrandar e a descansar mais desde a semana 28.
E apesar de ser uma pessoa que odeia estar parada sem “nada” para fazer, a verdade é que o cansaço e o desconforto às vezes levam a melhor de mim e os meus dias têm sido passados a descansar e não me senti “aborrecida”. Muitas vezes estou a ver TV ou a olhar para o telemóvel e sinto a necessidade imediata de fechar os olhos e passar pelas brasas.
Tenho aproveitado para, com muita calma, arrumar as coisinhas aqui por casa e preparar a chegada da pequena Carolina.

Férias
Tal como vos falei, estas férias foram passadas na comporta com muito descanso, sol e comidinha boa! Ler Mais

Chegamos às 34 semanas… Parece que foi ontem que soubemos da gravidez e agora a nossa Carolina está quase a chegar!

Como gosto de ter tudo bem tratado e adiantado, já comecei a tratar da mala da maternidade, algo aconselhado fazer pelas 32/34 semanas de gestação, pois há bebés que gostam de fazer partidas e chegar mais cedo e não vá a Carolina ser apressada como a Mãe! Ler Mais

É normal sentir alguma desconforto no último trimestre da gravidez, não é à toa que se fiz que costuma ser o mais difícil.

O desconforto e muito dos sintomas aumentam de intensidade:
– Azia e indigestão
– Falta de ar
– Dor de costas
– Cansaço
– Obstipação

Estes e outros desconfortos fazem parte da gravidez (umas grávidas acabam por sofrer mais que outras). Saber como aliviá-los é essencial para viver uma gravidez calma e tranquila.
Ler Mais

De forma a que a gravidez corra de maneira mais tranquila e saudável possível existem uns quantos cuidados que podemos ter antes de engravidar.

A primeira passa por marcar uma consulta de ginecologia/obstetrícia e uma consulta pré-conceção no centro de saúde (gratuita).

Nesta altura o médico vai recomendar a suplementação de ácido fólico e uns quantos exames e análises que permitem a despistar de várias doenças, como a hepatite B, rubéola, toxoplasmose, doenças sexualmente transmissíveis, entre outras. É importante que referir que a vacinação deve estar em dia.
Para além disso, por volta das 32 semanas é administrada a vacina da TDPA, uma vacina combinada contra a tosse convulsa, o tétano, e a difteria, em doses reduzidas. Assim o vosso bebé fica protegido à toma da vacina que será por volta dos 2 mesinhos. Se o vosso bebé for nascer no inverno e a vacina da gripe já estiver disponível para a toma (entre outubro e março) também podem solicitar no vosso centro de saúde (não é obrigatória).

Muito importante, verificar se existem problemas a nível da tiroide, diabetes, artrite reumatóide, doenças renais, tensão arterial,ou problemas de coração.
Não fiz previamente qualquer exame à tiróide, mas também não tinha qualquer sintoma. O primeiro exame que fiz mostrou valores alterados e a verdade é que neste momento não sabemos que a condição já existia antes da gravidez.
Por volta das 28 semanas também tive uma crise de cólica renal e como também não fiz um exame anteriormente (nem tinha qualquer sintoma) também não sabemos se esta condição foi causada devido à gravidez.

Portanto, aqui o meu conselho é… para além dos exames que o médico vos passe peçam um exame à tiroide (para medir o nível de TSH e depois logo se vê) e uma ecografia aos rins. Se for necessário eliminar alguma pedra maior conseguem fazê-lo antes de engravidar porque depois não podem fazer qualquer tipo de tratamento a não ser anti-inflamatórios e aguentar! Ler Mais

Estamos atualmente de 28 semanas e estava tudo a correr bem…até esta semana em que tive que ir de urgência por causa de uma dor na lombar.
Uma dor que era bem conhecida devido às minhas crises de lombar (culpa da escoliose), mas uma vez que a dor irradiava para a barriga e durante a gestação não posso tomar o SOS que me foi recomendado para alívio das dores dirigimo-nos às urgências. A dor era insuportável (9 numa escala de 0 a 10), tão intensa que era acompanhada de vómitos… Ler Mais